Medindo a ética dos funcionários

Até mesmo a estratégia de RH mais elaborada pode ser inútil se os membros da equipe não estiverem motivados. Um funcionário insatisfeito pode influenciar toda a equipe e incentivar seus colegas a se colocarem contra a direção da empresa, sabotar as operações e desestabilizar os negócios, propagando um feedback destrutivo.

A falta de motivação é prejudicial ao bem-estar dos colegas e para os lucros da empresa. A fofoca e a procrastinação são os disruptores mais comuns do trabalho em equipe. Tendências nocivas podem ser desencadeadas por funcionários que:

  • não estão satisfeitos com suas tarefas ou condições de trabalho
  • não estão interessados em desenvolvimento
  • disseminam atitudes negativas entre colegas
  • estão pensando em mudar de emprego, se distraem facilmente com seus próprios problemas, se sentem subestimados ou, o contrário
 

Abordagem sensorial

A solução permite diminuir a tensão e a apatia da equipe graças a um monitoramento inteligente. É melhor observar uma pequena desordem e lidar com isso do que ter de restaurar a moral dos funcionários e resgatar a reputação corporativa.

O sistema rastreia indicadores específicos que ameaçam o microclima corporativo e analisa as informações coletadas para revelar riscos, avaliar as políticas de operação da empresa e determinar se o programa de gestão de riscos está de acordo com o nível exigido.