Software de monitoramento de funcionários

06.07.2020

Back to news

Privacidade no local de trabalho e monitoramento de funcionários

A primeira pergunta que se deve fazer é: “É ilegal monitorar os computadores dos funcionários?” A questão do monitoramento de funcionários tornou-se um assunto bastante debatido nos últimos anos. Muitos funcionários reclamam por não ter sua privacidade respeitada e não gostam de ter o empregador pegando no seu pé; ao mesmo tempo, os empregadores precisam garantir que não haja práticas inadequadas ou fraudes. Como os funcionários geralmente usam dispositivos e contas de e-mail pertencentes à empresa, a lei geralmente fica do lado do empregador.

No entanto, no caso de o funcionário estar usando sua própria rede social ou conta de e-mail pessoal, o monitoramento de e-mails dos funcionários ou mensagens particulares se torna uma violação da privacidade do funcionário. A ética de monitoramento dos funcionários vai além disso também. Como os funcionários não têm permissão para usar seus próprios dispositivos no local de trabalho, eles acabam usando os dispositivos corporativos durante os intervalos e nem todas as pessoas gostariam que seus empregadores soubessem o que estão fazendo no seu tempo livre e quais são seus interesses. À princípio, os empregadores gostam de monitorar o uso da internet pelos funcionários e acabam acessando as páginas do Facebook dos funcionários a fim de avaliá-los. Os funcionários, por outro lado, gostam de ter seus próprios hobbies e se divertir legalmente sem que isso reflita sobre sua capacidade de subir na carreira. 

Ao mesmo tempo, os empregadores têm muito a ganhar, pois existem teorias bem fundamentadas sobre a capacidade de desempenho dos funcionários com base em suas qualidades pessoais, que os funcionários normalmente tentam mascarar. Para os funcionários, pode ser um bom conselho que eles tornem suas contas em redes sociais completamente privadas ou, melhor ainda, não tenham contas em redes sociais. Também não queremos ter que lidar com anunciantes irritantes.

O empregador tem muito a ganhar ao monitorar o que acontece nas contas e computadores de seus funcionários- na verdade, os funcionários gastam uma quantidade impressionante de tempo nas redes sociais, permanecendo inativos durante o trabalho. Deste modo, a tecnologia deu aos empregadores uma forma de monitoramento de funcionários que vai muito além de se esconder atrás de seus computadores.

Como monitorar funcionários que trabalham remotamente

Com a recente pandemia mundial da COVID-19, as empresas enfrentam um desafio para o qual não estavam preparadas. Muitas empresas agora estão pedindo para que seus funcionários trabalhem em casa a fim de manter as normas de distanciamento social; no entanto, não estão conseguindo rastreá-los com eficiência. A diferença entre monitoramento remoto de funcionários e monitoramento no local de trabalho é que os funcionários podem ser tentados com muito mais facilidade a assistir televisão ou passar tempo com as crianças enquanto estão em casa. Também é mais difícil para a maioria dos empregadores motivar e manter seus funcionários focados no trabalho à distância.

Monitoramento Remoto de Funcionários

Então, como monitorar os funcionários ainda que à distância? E, nesse caso, como você monitora seus níveis de desempenho para avaliar sua própria performance? Felizmente, graças ao desenvolvimento de softwares de monitoramento dos computador dos funcionários, os empregadores têm diferentes opções quando se trata de acompanhar o que seus funcionários estão fazendo e como está sua produtividade.

Tipos de monitoramento de funcionários

Existem inúmeras e incríveis vantagens nos softwares de monitoramento remoto de funcionários, que também funcionam independentemente de onde o funcionário está. Quando um funcionário estiver distraído, será detectado em sua conta pelo tempo que permaneceu inativo; ao mesmo tempo, bons funcionários podem se destacar com base em sua produtividade, enquanto estão ativos. Isso ajudará a identificar rapidamente os funcionários improdutivos.